Colibri coruscans (Gould, 1846)

Nome popular - Colibri rutilante (espanhol)

Nome popular - Beija-flor violeta (portugues)

Nome em inglês - Sparkling Violetear

Os sexos têm plumagem semelhante

Comprimento 13-14cm. Peso 5,8--8,5 g.

 

É uma das espécies de beija-flores mais amplamente distribuídas nos Andes e ocorre do norte da Venezuela ao sul do noroeste da Argentina. Também pode ser encontrado nos tepuis do sul da Venezuela e adjacencias ao Norte do Brasil. Em comum com outras espécies do gênero Colibri, não é uma ave de floresta profunda. Em vez disso, ele é encontrado nas bordas das florestas e em áreas abertas com arbustos espalhados; também se adapta bem com flores de árvores não nativas como o eucalipto. Como todos os beija-flores do gênero Colibri,  são cantores enérgicos e repetem sua música simples por longos períodos de tempo. 

C. coruscans são semelhantes ao

Colibri thalassinus, mas são maiores

e têm uma mancha azul na barriga

e vivem em altitudes maiores do que estes últimos; em pelo menos algumas partes do seu alcance, no entanto, o C. coruscans é um migrante em elevações e assim

é encontrado em uma

zona elevacional muito ampla.

 

Flores de Bilbergia distachya (Bromeliaceae)

 

Flores de

Clytostoma callistegioides

(Bignoniaceae)

Planta trepadeira de

grande porte, nativa das

áreas tropicais da

América do Sul.

 

Flores de Calathea lutea

(Marantaceae)