O Lagedo dos Beija-flores !

     Boa Nova é uma pequena cidade do interior da Bahia. Na região dá-se o encontro dos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga. Em alguns lugares da área rural existem  afloramentos de rochas de granito, deixando esta superfície com pequenos bolsões de terra e matéria orgânica. São condições especiais para a proliferação de várias espécies

de bromélias e cactos. 

 

     O Melocactus bahiensis é um cacto de pequeno porte e que floresce entre os meses de setembro a fevereiro. Suas pequenas flores de cor ametista, desabrocham mais ou menos a partir das 16:00h e a partir desse momento, beija-flores de diversas espécies começam a aparecer para um banquete de néctar. Antes desse horário, essas avezinhas não eram visíveis provavelmente porque estavam escondidas na vegetação da Caatinga ou de matas próximas. Porém, desse horário até o anoitecer serão às dezenas em volta das flores. 

 

     Um dos locais com as características descritas acima é conhecido como  "Lagedo dos Beija-flores". Esse local tornou-se atração

turística, principalmente, para os observadores de aves.

É uma área de terras particular, cujos atuais proprietários a adquiriram com o intuito de preservá-la.

 

Chrysolampis mosquitus (fêmea)

Chrysolampis mosquitus (macho).

 

Calliphlox amethystina (fêmea)

Chlorostilbon lucidus (macho).

Phaethornis pretrei

Phaethornis pretrei

Phaethornis ruber

Havia flores, pedras e espinhos.

O ar tinha uma brisa fresca

e pelo chão a chuva deixou caminhos.

Amazilia lactea

Phaethornis pretrei

Calliphlox amethystina (fêmea)

Anthracotorax  nigricolis

 (fêmea)