Phaethornis eurynome (Lesson, 1832)

Nome popular - Rabo-branco-de-garganta-rajada

Nome em inglês - Scale-throated Hermit

Comportamento migratório: Sedentário.

Os sexos têm plumagem semelhante.

Medidas: Comprimento 16,0 cm. Peso 6,3 g.

Vibração das asas: 28/s

Vive nas áreas da Mata Atlântica, desde o Rio Grande do Sul até a Bahia. Costuma ter um território que defende ferozmente contra qualquer outro beija-flor. Pousa geralmente em um pequeno galho eleito como preferido e fica emitindo piados de aviso ou chamado. Dentro do perímetro do seu território possui outros pontos de pouso. Nunca observei esta espécie nos jardins das cidades. Na foto, os botões florais da Passiflora miniata (Passifloraceae), uma espécie da trepadeira frutífera também conhecida por Maracujá-de-rato.

Acima, libando néctar da Stifftia grazzielae (Asteraceae). À direita, pousado próximo das flores de Erithryna speciosa (Fabaceae)

À esquerda, libando néctar de Canna paniculata (Cannaceae). Acima, a ave estende a cauda em leque para captar melhor o calor dos raios solares.

Acima, libando néctar de Vriesea brusquensis (Bromeliaceae). À direita, visitando as flores de 

Cordilyne fruticosa (Laxmanniaceae), planta exótica originária da Polinésia

À esquerda, o beija flor está pousado em um galho preferido, de onde vigia seu território contra outros beija-flores intrusos.

Acima, está visitando as flores de Musa rosacea (Musaceae), uma bananeira comum em regiões de Mata Atlântica.