Nome popular - Colibri coligris (em espanhol)

Nome em ingles - Gray-tailed Mountain-gem

Os sexos têm plumagem diferenciada.

Medidas: Comprimento 10–11·5 cm

Peso 5,7–6,2 g (machos) e 4,7–5,1 g (fêmeas)

Lampornis cinereicauda (Lawrence, 1867)

Essa espécie vive da Costa Rica até uma pequena faixa ao norte do Panamá. Seu habitat mais comum são as florestas de carvalho em altitudes de 1800 a 3000m. Depois da época de reprodução descem para áreas um pouco mais baixas,  entre 1200 a 1500 m

Macho adulto

Fêmea adulta

Fêmea adulta repousando 

A fêmea alimentando-se

nas flores da

Bomarea hirsuta (Alstroemeriaceae),

planta trepadeira comum nas margens das estradas e trilhas, desde a

Costa Rica até o Equador.

O macho alimentando-se

nas flores da

Centropogon gutierrezii (Campanulaceae),

planta herbácea comum nas encostas de áreas degradas pela ação do homem na América Central.

O macho alimentando-se

nas flores da

Stachytarpheta frantzii (Verbenaceae).

Essa planta é muito popular na América Central e pode ser encontrada até a América do Sul.

No Brasil existem espécies similares

porém tanto a planta como as flores são menores, mas igualmente procuradas pelos beija-flores. Elas oferecem a vantagem de permanescerem floridas por bom tempo. Suas flores desabrocham na haste floral de baixo para cima até florirem as últimas no topo. Finalmente a haste seca e as sementes amadurecem. 

.

Uma fêmea alimentando-se

nas flores da

Fucshia arborescens (Onagraceae),

planta nativa na América Central e que produz grande quantidade de flores. Seus pequenos frutos alimentam muitas outras aves que espalham as sementes e ajudam a manter um ecosistema saudável.